Docentes e estudantes definem agenda de mobilização em defesa da democracia e da Uefs

22/10/2022

Ouvir a matéria:

A partir da próxima segunda-feira (24), docentes e discentes da Uefs iniciarão uma agenda de atividades contra o fascismo e em defesa da universidade e da democracia. A programação integra as ações de enfrentamento organizadas pela comunidade acadêmica, após a reincidência de graves ataques cometidos à instituição por grupos conservadores alinhados ao presidente Bolsonaro. A mobilização foi definida por professoras (es) e estudantes em reunião ocorrida na quinta-feira (20), na sede da Adufs. A diretoria da Associação também convidou a coordenação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (Sintest/Feira) para o encontro, mas seus representantes não puderam se fazer presentes.

 

Conforme encaminhado no encontro, nos dias 24 e 25 haverá concentração na sala do Diretório Central dos Estudantes (DCE) para organizar passagens em sala de aula durante três turnos e dialogar com as categorias. A concentração no DCE será às 8h30, 14h30 e 19h30. O assunto será a conjuntura atual do país diante das eleições de 2022, os últimos acontecimentos envolvendo a violência e o autoritarismo praticados contra a Uefs pelos apoiadores do presidente da República e a convocação da reunião ampliada da comunidade universitária. Nestas datas, ainda foi definida a publicação de materiais nas redes sociais sobre a importância de barrar as investidas contra as instituições democráticas. Também no dia 24, a diretoria da Adufs segue com a distribuição do Kit contendo adesivos e camisas. Os perfurades, outra peça do Kit, serão entregues na terça (25), junto com os itens do dia anterior. A distribuição destes materiais gráficos ocorreu na sexta-feira (21), com a proposta de intensificar a campanha construída pelo ANDES-SN para derrotar Bolsonaro nas ruas e nas urnas.

 

A reunião ampliada da comunidade universitária acontecerá na próxima quarta-feira (26), das 9h às 11h, em local a ser definido. A Administração Central da universidade também será convidada. O encontro entre trabalhadores e estudantes da universidade tem o objetivo de fortalecer e coletivizar ainda mais pauta e convidar a todos a somarem-se à luta para barrar o fascismo e a tentativa de cercear a livre manifestação sindical e do pensamento. Em seguida, ocorrerá caminhada pelo campus, com término da mobilização no pórtico da universidade.

 

No encerramento da agenda de atividades, no dia 26 deste mês, os presentes lançarão um comitê, cuja centralidade será a luta antifascista, em defesa da instituição e das liberdades democráticas.

 

Reunião com professoras (es)

Na quinta-feira (20), a diretoria da Adufs convidou a categoria para dialogar sobre os últimos acontecimentos envolvendo a Uefs. Todos os presentes reafirmaram, veementemente, a necessidade de resguardar a universidade. Os encaminhamentos foram socializados posteriormente, também no dia 20 deste mês, no espaço de discussão com os estudantes.

 

Além das questões políticas e administrativas, a diretoria da Adufs também atuará no campo jurídico, a fim de responsabilizar envolvidos nos atos de violência ocorridos na universidade. 

Leia Também


Nota de Pesar

Com muita tristeza, a diretoria da Adufs comunica o falecimento da senhora Rosária Camilla Félix Martins, mãe do professor Davi Félix Martins Junior, lotado no Departamento de Saúde da ...

Saiba mais