Notícias

1º DE MAIO

Dia do Trabalhador é marcado por ato unificado

01-05-2019 às 16h26

Ascom/Adufs
Adufs participou da construção do protesto
Adufs participou da construção do protesto

Nesta quarta (1º), data na qual se comemora o Dia Internacional do Trabalhador, professores da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) reuniram-se com entidades, estudantes, centrais sindicais, movimentos organizados e com a população em geral para um grande ato unificado contra a Reforma da Previdência. A manifestação aconteceu na praça José Falcão, no bairro Cidade Nova. O Comando de Greve dos professores da instituição colaborou com a construção do protesto.

Em sua fala, o diretor da Adufs e coordenador do Fórum das ADs, André Uzêda, observou que um dos aspectos mais relevantes do protesto foi a capacidade de reunir diferentes categorias de trabalhadores, coletivos e partidos políticos na luta conjunta contra a Reforma da Previdência imposta pelo governo Jair Bolsonaro. “É importante nos mantermos juntos para tentar acabar com essa reforma, que é muito dura para os trabalhadores. A proposta do governo federal vai acabar com a assistência social e com a saúde. Não podemos aceitar nenhuma forma de opressão, seja ela do governo federal, estadual ou municipal”, disse. Durante o ato, o docente deu entrevistas à imprensa. 

Pauta estadual
Ao referir-se aos ataques e à necessidade de reagir às diferentes formas de coação dos governos, Uzêda denunciou as investidas de Rui Costa e sua equipe, além de dizer aos presentes que os professores da Uefs estão em greve por mais orçamento para as universidades estaduais baianas, aumento salarial e pela garantia dos direitos trabalhistas cerceados pelo governo Rui Costa.

“O Dia do Trabalhador também é espaço de luta pela sobrevivência das universidades estaduais, tão sucateadas pelas políticas do atual governo. Hoje é um dia para dizer que essas instituições precisam ter garantidas as condições para continuar funcionando plenamente. Nossos salários foram cortados pelo governador por conta da greve, mas, mesmo com essa intimidação, seguimos em luta”, alertou o diretor da Adufs.

Com faixas, cartazes, camisas, bandeiras e pirulitos, os professores distribuíram panfletos e conversaram com a população sobre a greve nas universidades estaduais. 

Ato unificado
O ato foi uma organização inédita da Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo para a junção das reivindicações de categorias diferentes como forma de fortalecer a luta em defesa da classe trabalhadora, rumo à Greve Geral no próximo mês. Em todo país foram realizados protestos denunciando o desmonte que o governo está preparando para a Previdência Pública.

Liberdades democráticas, direitos já conquistados e a soberania do povo estão sendo colocados em risco e a resposta dos trabalhadores aos governos será em forma de luta e resistência.

Durante as atividades do Dia Internacional dos Trabalhadores, na praça José Falcão, houve a apresentação musical de Cescé Amorim, que cantou com Paulinho Jequié, de Karenn Mendes, do grupo Roça Sound e da Quixabeira da Matinha.  

Veja fotos da mobilização no Facebook da Adufs.


Compartilhe esta notícia:


Leia Também:

Total de Visitantes
1422827
Usuários Online
60
Avenida Transnordestina, MT 45, Novo Horizonte
Campus Universitário - UEFS CEP 44036-900
Feira de Santana - Bahia | Tels: (75) 3161-8072 / 3224-3368.
E-mail: adufs@uefs.br / adufsba@yahoo.com.br
Desenvolvido po Tacitus Tecnologia
Todos os direitos reservados © 2019 - ADUFS
Home Filie-se a ADUFS Contato