Notícias

ANDES-SN

Demissões rondam Fiocruz por conta do ajuste fiscal

18-01-2016 às 13h13

Andes-SN
Fundação está convivendo com ameaças de demissão e precarização de seus serviços
Fundação está convivendo com ameaças de demissão e precarização de seus serviços

A Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), fundação pública federal vinculada ao Ministério da Saúde que é referência internacional em pesquisas de saúde pública, está convivendo com a ameaça de demissões e precarização de seus serviços por conta do ajuste fiscal realizado pelo governo federal. Conforme as diretrizes orçamentárias para 2016, o impacto dos cortes na Fiocruz recairá especialmente sobre a força de trabalho terceirizada, que deverá ser diminuída em até 20%, dependendo da unidade.

Em 28 de janeiro, uma reunião do Conselho Deliberativo (CD) da Fiocruz – do qual participam membros eleitos de cada unidade, o presidente da Fiocruz, além de representante do Sindicato dos Trabalhadores local (Asfoc Sindicato Nacional) –, decidirá como agir frente aos cortes. A informação é de Paulo Garrido, vice-presidente da Asfoc Sindicato Nacional, que teme que a Fiocruz seja prejudicada pelos cortes e pelas possíveis demissões de terceirizados. O vice-presidente da Asfoc diz, também, que nesta reunião o CD da Fiocruz vai analisar os contratos de serviços terceirizados e decidir como realizará os cortes impostos pelo governo.

Leia mais em: Andes-SN


Compartilhe esta notícia:


Leia Também:

Total de Visitantes
2807505
Usuários Online
3
Avenida Transnordestina, MT 45, Novo Horizonte
Campus Universitário - UEFS CEP 44036-900
Feira de Santana - Bahia | Tels: (75) 3161-8072 / 3224-3368.
E-mail: adufs@uefs.br / adufsba@yahoo.com.br
Desenvolvido po Tacitus Tecnologia
Todos os direitos reservados © 2020 - ADUFS
Home Filie-se a ADUFS Contato