Ano XI - Edição 498 - 07/03/2019
- Foto: Adufs

Diretoria da Adufs convida a comunidade acadêmica para as atividades do dia 8 de Março

Nesta sexta-feira (8), data na qual se comemora o Dia Internacional da Mulher, representantes de diversas entidades, movimentos sociais e centrais sindicais farão uma mobilização no Centro de Feira de Santana. A concentração está marcada para às 8h, na praça do Nordestino. A diretoria da Adufs convida docentes, estudantes e técnico-administrativos da Uefs a comporem as atividades. Conhecido como 8M, os protestos acontecerão em todo o país.

Nas ruas de Feira de Santana, os manifestantes ressaltarão a luta das mulheres contra a retirada de direitos, agravada ainda mais com a eleição de Jair Bolsonaro à Presidência da República, o feminicídio, a violência e o projeto de Reforma da Previdência. Para esta data está sendo preparada uma Greve Internacional de Mulheres.

Também está na pauta do protesto a luta por justiça pelo assassinato da vereadora Marielle Franco e de Anderson Gomes, que completará um ano em 14 de março. Os mandantes e assassinos de ambos ainda não estão presos e o crime segue sem resolução. A vereadora carioca será lembrada nas manifestações de todo Brasil por sua defesa intransigente dos direitos das mulheres.

Em Salvador a concentração será às 13h, na Praça da Sé. No Brasil, há confirmação de atos em, ao menos, 16 cidades.

Breve história
Em 8 de Março de 1917 foi realizada uma manifestação de tecelãs e costureiras russas de São Petersburgo, que protestaram contra a fome e contra a I Guerra Mundial. O ato foi considerado como um dos estopins da Revolução Russa, que ocorreu no final daquele ano.

Em 1921, em Moscou, a 1ª Conferência de Mulheres Comunistas fixou o 8 de Março como data unificada em honra às operárias de São Petersburgo. A data foi, em seguida, adotada pelos movimentos de mulheres de todo o mundo.

Carnaval
Na última segunda-feira (4) os docentes das Universidades Estaduais da Bahia (Ueba) participaram do Carnaval de Salvador. A categoria levou às ruas, através da irreverência do bloco Mudança do Garcia, a pauta de reivindicações. Portando cartazes, faixas, abanadores, camisas e pirulitos, os professores reforçaram a luta em defesa da educação pública superior, dos direitos trabalhistas e contra os ataques do governo Rui Costa.

Nas peças usadas e distribuídas no circuito da folia momesca, os docentes denunciaram o congelamento nos salários, o contingenciamento no orçamento das universidades, o ataque ao Planserv, à aposentadoria, à carreira e à dedicação exclusiva, além de exigirem mais recursos para as Ueba. O Garcia é um dos mais antigos e tradicionais bairros de Salvador, localizado no Centro da cidade, ao lado do Campo Grande, onde fica o Circuito Osmar, um dos sítios oficiais da festa momesca.

O Carnaval deste ano foi o que mais ressaltou conteúdos políticos. Em diversas regiões do país, os foliões levaram às ruas denúncias e pautas de diversas categorias, revelando para um número maior de pessoas as atrocidades cometidas contra os segmentos marginalizados da sociedade, como os índios, negros, pobres e a população LGBT. 

Fotos: Ascom Aduneb

Compartilhe esta notícia!

ENCONTRO NACIONAL DA EDUCAÇÃO

Etapa preparatória ao ENE terá espaço infantil e campanha ecológica

Segue até o dia 21 de março, o prazo para as inscrições na etapa preparatória ao III Encontro Nacional da Educação (III ENE). Este ano, o Comitê baiano em Defesa da Educação Pública, organizador da atividade, garantirá espaços de convivência infantil para facilitar a participação dos responsáveis pelas crianças nos debates. Também será disponibilizada a estrutura da Uefs para o alojamento dos presentes. A fase baiana ocorrerá nos dias 30 e 31 de março, nesta universidade.

Aqueles que necessitarem do espaço infantil e do alojamento devem informar à comissão organizadora através do formulário de inscrição, disponível no Facebook criado pelo grupo. Quem for se alojar na Uefs deve levar colchão, roupa de cama e de banho. Também será disponibilizado um espaço para a disposição de barracas. A inscrição é gratuita.

A conferência de abertura será às 9h do dia 30 de março, com o tema “Somente a Luta Muda a Vida: por um projeto classista e democrático de educação”. Eurelino Coelho, docente da Uefs, foi convidado para ser o debatedor. A programação ainda inclui mesas de debate e grupos de trabalho sobre os eixos nacionais do encontro. 

As discussões da etapa baiana serão encaminhadas ao III ENE, marcado para acontecer de 12 a 14 de abril, na Universidade de Brasília (UNB), capital federal. O tema é “Por um Projeto Classista e Democrático de Educação".

Contra o desperdício
Segundo decisão da comissão organizadora da etapa preparatória ao III ENE, não serão disponibilizados materiais descartáveis no evento. A orientação é que os participantes compareçam à Uefs munidos dos próprios utensílios.

A proposta dos organizadores do evento é estimular o uso consciente de descartáveis e práticas responsáveis com o meio ambiente.  

Compartilhe esta notícia!

DECISÃO DA ASSEMBLEIA

Comissão de Mobilização avança na construção do seminário sobre pesquisa

Foto: Ascom Adufs
Grupo fará reunião no dia 11 de março

Em reunião, a Comissão de Mobilização dos professores avançou na construção do seminário sobre pesquisa e extensão na Uefs, marcado para ocorrer no dia 15 de abril, na universidade. O tema será: “O caráter político da pesquisa e a extensão em tempos de ataques à universidade pública".

Conforme encaminhamento da reunião, que ocorreu no dia 26 de fevereiro, a mesa de abertura será pela manhã, sobre o tema “Universidade, política e comunidade". À tarde, o tema a ser abordado será “A Uefs em Feira de Santana e região: retrato, perspectivas e desafios”. Os palestrantes estão sendo definidos.

A Comissão ainda decidiu que irá a alguns programas de rádio de Feira de Santana denunciar a política do governo Rui Costa de sucateamento das universidades e os recentes ataques aos servidores e, em especial, ao Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais (Planserv).

A próxima reunião da Comissão de Mobilização dos professores da Uefs será no dia 11 de março, às 8h, na sede da Adufs. O grupo, ampliado em assembleia realizada no dia 11 de fevereiro, é aberto a todos os professores.

Compartilhe esta notícia!

UEFS

Três chapas concorrem à eleição para reitor e vice

Foto: Uefs

A eleição para a escolha do novo reitor e vice-reitora da Uefs contará com três chapas. A Comissão Eleitoral homologou as inscrições da Chapa 1: Mais Uefs, da Chapa 2: Uefs de Todos e da Chapa 3: Nova Uefs. O mandato é para o quadriênio 2019-2023. Leia o aviso de homologação das inscrições

Inscreveram-se como candidatos a reitor e vice, respectivamente, da Chapa 1, os professores Evandro do Nascimento e Amali de Angelis, da Chapa 2, Dagoberto Freitas e Lílian Carla Lopes e, da Chapa 3, Koji de Jesus e Telma Cristina Silva.

A campanha eleitoral iniciou na última terça-feira (26) e segue até 30 de março. A votação inclui o período entre 1º e 3 de abril, quando a Comissão Eleitoral irá apurar os votos. Os resultados serão proclamados no dia 5. O Consu volta a ser reunir em 15 de abril para homologação e encaminhamento dos nomes integrantes da chapa eleita ao governador para a nomeação.

O processo eleitoral será coordenado por uma comissão composta por cinco membros, indicados pelo Conselho Universitário, pela administração superior da Uefs, pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE), pela Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Feira de Santana (Adufs) e pelo Sindicato dos Trabalhadores do Ensino de Terceiro Grau (Sintest). A Adufs é representada pela diretora Marilene Lopes. 

Compartilhe esta notícia!


ANDES-SN

#MinhaEscolaDeVerdade: a resposta dos estudantes a Vélez Rodríguez

Os estudantes brasileiros responderam de maneira inteligente ao pedido do ministro da educação, Ricardo Vélez Rodríguez, de que a execução do hino nacional nas escolas fosse gravada. A União Brasileira de Estudantes Secundaristas (UBES) lançou a campanha #MinhaEscolaDeVerdade. A UBES sugere que, em vez de enviar vídeos do hino nacional para o governo, sejam enviados vídeos que demonstrem a precariedade da educação pública.

Muitos estudantes têm participado da campanha. Já foram publicados em redes sociais vídeos de tetos caindo, de goteiras e de escolas tomadas pelo mato, por exemplo. A frustrada tentativa do ministro também foi respondida com humor. Muitas postagens em redes sociais ironizaram a solicitação do Ministério da Educação (MEC), divulgando vídeos de momentos engraçados durante a execução do hino nacional.

Vélez Rodríguez pediu o envio dos vídeos no dia 25 de fevereiro. Por e-mail, o MEC solicitou que todos os estudantes e funcionários de escolas realizassem o procedimento no primeiro dia de aula. Após o hino, todos deveriam ler uma carta, que terminava com o slogan “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”. A frase foi slogan da campanha de Jair Bolsonaro à presidência da república. Tudo deveria ser gravado e enviado para os e-mails das assessorias de imprensa do Planalto e do ministério. Pressionado, o ministro voltou atrás no dia seguinte.

Fonte: ANDES-SN, com edição. 

Compartilhe esta notícia!


CSP-Conlutas

Medida Provisória de Bolsonaro ataca sindicatos

No dia 1º de março foi publicada pelo presidente Jair Bolsonaro a Medida Provisória (MP) 873, que traz um “bloco” de ataques contra todas as entidades sindicais do Brasil e contra os trabalhadores. Uma inaceitável ofensiva contra a classe trabalhadora e seu direito de livre organização.

A MP proíbe o desconto em folha de pagamento de qualquer contribuição do trabalhador ao seu sindicato, numa tentativa indisfarçável de inviabilizar a existência e a atuação das entidades de defesa dos trabalhadores. Com essa medida, Bolsonaro escancara sua face antidemocrática e sua obsessão em perseguir e tentar “acabar com o ativismo”.

A Medida Provisória afronta a autonomia e a liberdade das assembleias de todas as categorias, além de ferir as orientações da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o artigo 8º da Constituição Federal e os entendimentos do Ministério Público do Trabalho quanto ao direito de auto sustentação financeira das entidades de classe do país.

Merecedora de amplo repúdio, essa atitude de Bolsonaro também comprova o viés ditatorial do atual presidente brasileiro e, consequentemente, aumenta a necessidade de unidade para lutar e resistir em defesa dos direitos trabalhistas, sociais e políticos, bem como do direito de organização, manifestação e greves.

Cabe, agora, intensificar a construção do dia 22 de março como “Dia Nacional de Paralisações, Manifestações e Protestos contra a Reforma da Previdência. Rumo à Greve Geral!”, que está sendo convocado por oito centrais sindicais. Ainda deve-se ampliar a unidade com todas as organizações do movimento popular, juventude e de luta contra as opressões.

Fonte: CSP-CONLUTAS, com edição.

Compartilhe esta notícia!

Junte-se e lute!

FILIE-SE À ADUFS

"Entendo que vivemos numa sociedade com lutas de classes. Desde que os seres humanos passaram a explorar a força de trabalho uns dos outros, existe a desigualdade social. Quando percebemos a nossa posição enquanto trabalhadores que estão do lado a ser explorado, torna-se essencial a busca por acúmulo de forças e intensificação da luta cotidiana em busca de melhorias. Por isso, ser sindicalizado é fundamental"..


lnah de Oliveira Fernandes - Departamento de Educação (Dedu)

A força do sindicato está em seus/suas filiados (as) e na capacidade de defender os interesses da categoria. Desde a sua criação, em 1981, a Adufs tem pautado a luta em uma prática democrática, coerente e firme na defesa de um projeto de universidade pública.

Participar do sindicato é exercer cidadania, é ser sujeito da sua história. Para filiar-se é preciso preencher um formulário (aqui), autorizar o desconto mensal de 1% sobre os vencimentos, assinar e entregar na Sala da Associação, que fica no Módulo IV (MT 45) da Uefs.

Avenida Transnordestina, MT 45, Novo Horizonte
Campus Universitário - UEFS - CEP 44036-900 - Feira de Santana - BA
Tel: (75) 3161 - 8072 | (75) 3224 - 3368
Email: ascomadufsba@gmail.com
www.adufsba.org.br

Facebook Twitter YouTube

Política de Privacidade | Unsubscribe
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia